Especialidades

Conheça um pouco sobre meu trabalho, quais os tratamentos e cirurgias que realizo.

Especialidades

Conheça um pouco sobre meu trabalho, quais os tratamentos e cirurgias que realizo.

Cirurgia robótica

A cirurgia robótica é uma técnica avançada que utiliza sistemas robóticos controlados por cirurgiões para realizar procedimentos cirúrgicos. Essa tecnologia oferece maior precisão e recuperação mais rápida em comparação com a cirurgia tradicional. Os robôs cirúrgicos são capazes de realizar movimentos extremamente precisos e proporcionar uma visão ampliada em 3D do local da cirurgia. Isso permite que os cirurgiões realizem procedimentos complexos com mais segurança e eficácia.

Os cortes na pele são de 8 mm e a quantidade de cortes dependem de qual cirurgia será realizada, a grande maioria das cirurgias são realizadas com 4 ou 5 pequenas incisões.

Cirurgia videolaparoscópica

A cirurgia por videolaparoscopia é uma técnica operatória minimamente invasiva. O cirurgião realiza o procedimento com o auxílio de uma câmera ligada a uma fibra ótica que é introduzida através da parede abdominal e os órgãos são manipulados por pinças. Além disso, é importante dizer que é necessária a injeção de gás carbônico dentro do abdome, para criar um espaço entre os órgãos e afastá-los da parede abdominal, dando assim, espaço para que o cirurgião possa realizar a cirurgia de forma segura e adequada. Esse gás é absorvido pelo organismo sem maiores problemas ou gravidade.
Os cortes na pele variam entre 5 – 10 mm e a quantidade de cortes dependem de qual cirurgia será realizada, a grande maioria das cirurgias são realizadas com 4 ou 5 pequenas incisões.

Cirurgia videolaparoscópica

A cirurgia por videolaparoscopia é uma técnica operatória minimamente invasiva. O cirurgião realiza o procedimento com o auxílio de uma câmera ligada a uma fibra ótica que é introduzida através da parede abdominal e os órgãos são manipulados por pinças. Além disso, é importante dizer que é necessária a injeção de gás carbônico dentro do abdome, para criar um espaço entre os órgãos e afastá-los da parede abdominal, dando assim, espaço para que o cirurgião possa realizar a cirurgia de forma segura e adequada. Esse gás é absorvido pelo organismo sem maiores problemas ou gravidade.
Os cortes na pele variam entre 5 – 10 mm e a quantidade de cortes dependem de qual cirurgia será realizada, a grande maioria das cirurgias são realizadas com 4 ou 5 pequenas incisões.

Hérnia umbilical

É uma saliência que se forma na região do umbigo devido a uma falha na musculatura. Por esse defeito, pode haver a saída de um pedaço de gordura ou do intestino. As pessoas que apresentam algum tipo de hérnia abdominal são capazes de sentir uma protuberância sob a região e fica mais evidente quando o indivíduo tosse, ergue peso ou faz força. Além disso, muitas pessoas sentem dor quando realizam esforço físico excessivo. Com o passar dos anos, por esforço abdominal intenso, ou excesso de peso, pode ocorrer o aumento do abaulamento, o que pode causar desconforto doloroso ou estético.

Hérnias inguinais

Hérnias são protusões causadas pelo deslocamento do conteúdo abdominal por um defeito na parede abdominal. A hérnia inguinal é um abaulamento na região da virilha, podendo ocorrer em um ou dos dois lados. Essas hérnias podem ocorrer devido à elevada pressão abdominal e podem aparecer em qualquer pessoa em qualquer idade, porém, são mais comuns em homens.

Hérnias inguinais

Hérnias são protusões causadas pelo deslocamento do conteúdo abdominal por um defeito na parede abdominal. A hérnia inguinal é um abaulamento na região da virilha, podendo ocorrer em um ou dos dois lados. Essas hérnias podem ocorrer devido à elevada pressão abdominal e podem aparecer em qualquer pessoa em qualquer idade, porém, são mais comuns em homens.

Pedra na vesícula

A vesícula biliar é um pequeno órgão localizado logo abaixo das costelas, junto ao fígado, no canto superior direito da barriga. A vesícula serve para armazenar bile — um líquido produzido pelo fígado para ajudar a digerir a gordura dos alimentos que comemos.
Quando ocorre a ingestão de alimentos, a vesícula biliar libera a bile armazenada para o intestino, entrando em contato com os alimentos e auxiliando na digestão da gordura.
Quando ocorrem a formação de pedras na vesícula o corpo não consegue digerir tais pedras, que acabam ficando na vesícula e causando dor e mal-estar na região abdominal. Ou seja, formam-se pequenas partículas que vão crescendo, obstruindo e entupindo a saída da vesícula ou o ducto que leva a bile ao intestino.

Azia e Gastrite

Gastrite é uma inflamação da parte mais interna do estômago (a mucosa gástrica). Essa alteração pode ser aguda ou crônica e provocada por diferentes fatores. A doença que surge de repente (aguda) está muito relacionada com o uso intenso de anti-inflamatórios (remédios para dor), enquanto a crônica, se instala aos poucos e tem relação com hábitos de vida ruins, como má alimentação, etilismo, tabagismo e obesidade.

Azia e Gastrite

Gastrite é uma inflamação da parte mais interna do estômago (a mucosa gástrica). Essa alteração pode ser aguda ou crônica e provocada por diferentes fatores. A doença que surge de repente (aguda) está muito relacionada com o uso intenso de anti-inflamatórios (remédios para dor), enquanto a crônica, se instala aos poucos e tem relação com hábitos de vida ruins, como má alimentação, etilismo, tabagismo e obesidade.

Cirurgia bariátrica

Os procedimentos bariátricos ou metabólicos são indicados para o tratamento cirúrgico da obesidade. São realizados com o intuito de fazer com que o indivíduo tenha perda de peso pois, além de modificar o tamanho do estômago e intestino, causam também uma série de mudanças nos hormônios intestinais (entero-hormônios) de forma a induzir mecanismos que aumentam a saciedade, diminuem a fome, otimizam o metabolismo da glicose etc. No entanto, é fundamental destacar que não substitui a prática de atividades físicas e apresenta uma série de pré-requisitos para que possa ser indicada e realizada.

Doença diverticular

A doença diverticular é uma condição clínica que ocorre devido à formação de divertículos no intestino grosso (cólon). São pequenas saculações que surgem nas áreas de fraqueza da parede do cólon, principalmente no segmento do sigmóide.
A diverticulite é uma infecção aguda nos divertículos. É uma complicação comum nos pacientes com doença diverticular, já que 30% deles apresentam episódios de inflamação aguda.

Doença diverticular

A doença diverticular é uma condição clínica que ocorre devido à formação de divertículos no intestino grosso (cólon). São pequenas saculações que surgem nas áreas de fraqueza da parede do cólon, principalmente no segmento do sigmóide.
A diverticulite é uma infecção aguda nos divertículos. É uma complicação comum nos pacientes com doença diverticular, já que 30% deles apresentam episódios de inflamação aguda.

Pólipos na vesícula

Pólipos são tumores na mucosa da vesícula (a membrana mais interna do órgão). A maioria dos pólipos não têm a capacidade de tornar câncer e são apenas alterações estruturais ou depósitos de gordura (colesterolose) na mucosa. Estes pólipos são considerados benignos (não há risco de transformação em câncer). Mas a avaliação médica é essencial para garantir que não risco de malignização. O fator mais importante em relação ao potencial de malignização dos pólipos é o seu tamanho. Sabe-se que os pólipos com mais de 2 cm são em grande maioria tumores malignos de vesícula, enquanto os pólipos entre 1 e 2 cm também já apresentam esta possibilidade .

   

Hemorroidas

As hemorroidas são os vasos normais do ânus, presentes em todas as pessoas. Existem duas categorias de hemorroidas, as internas que ocorrerem no interior do canal anal, e as externas que são visíveis a borda do ânus.
Já a doença hemorroidária corresponde à dilatação anormal destes vasos, causando abaulamento (bolinha) doloroso e endurecido no ânus que pode ser sinal de trombose hemorroidárias que nada mais é do que a formação de um coágulo no vaso hemorroidário e pode causar grande desconforto, principalmente após as evacuações.

   

Hemorroidas

As hemorroidas são os vasos normais do ânus, presentes em todas as pessoas. Existem duas categorias de hemorroidas, as internas que ocorrerem no interior do canal anal, e as externas que são visíveis a borda do ânus.
Já a doença hemorroidária corresponde à dilatação anormal destes vasos, causando abaulamento (bolinha) doloroso e endurecido no ânus que pode ser sinal de trombose hemorroidárias que nada mais é do que a formação de um coágulo no vaso hemorroidário e pode causar grande desconforto, principalmente após as evacuações.

Câncer de intestino

O câncer de intestino, também conhecido como câncer de cólon e reto ou colorretal, abrange os tumores que se iniciam na parte do intestino grosso chamada cólon e no reto (final do intestino) e ânus.
O câncer de cólon é um dos três tumores malignos mais frequentes no Brasil e responde por cerca de 10% de todos os casos da doença no país. Entre os homens, fica atrás apenas do câncer de próstata; entre as mulheres, atrás somente do câncer de mama feminina. Felizmente, a doença é tratável e, na maior parte dos casos, curável se detectada em estágio inicial, antes de se alastrar para outros órgãos.

Agende sua consulta

Realize seu agendamento por ligação ou através do WhatsApp abaixo.

Consultório

Alameda Jaú, 1905 - Jardim Paulista. São Paulo - SP.